Soares Chronicles #95: Pi

“A matemática é a única ciência exata em que nunca se sabe do que se está a falar, nem se aquilo que se diz é verdadeiro.”

Bertrand Russel

 “A matemática, vista corretamente, possui não apenas verdade, mas também suprema beleza – uma beleza fria e austera, como a da escultura.”

Bertrand Russel

 

Vocês se lembram do Pi? Eu não sei fazer o desenhinho dele no meu teclado, mas para refrescar a memória, direto da Wikipédia:

 “Na matemática, é uma proporção numérica originada da relação entre as grandezas do perímetro de uma circunferência e seu diâmetro; por outras palavras, se uma circunferência tem perímetro  e diâmetro , então aquele número é igual a . É representado pela letra grega π. A letra grega π (lê-se: pi), foi adotada para o número a partir da palavra grega para perímetro, “περίμετρος”, provavelmente por William Jones em 1706, e popularizada por Leonhard Euler alguns anos mais tarde. Outros nomes para esta constante são constante circular, constante de Arquimedes ou número de Ludolph.”

 Ou seja, Pi é uma constante matemática, possui um valor fixo e especificado. Enquanto a relação entre Perímetro e Diâmetro for verdadeira, o resultado será Pi.

 E que picas tu tem a ver com isso? Obviamente que nada, mas se vocês me conhecem eu pretendo fazer sentido em algum momento futuro. E isso não vai ser uma aula de matemática.

 O conceito importante aqui não é o Pi, mas sim o conceito de constante. Que segundo nosso dicionário online de português:

 “adj. Que tem constância, firmeza.
Que não varia.
Contínuo, frequente.”

 Eu pensei nisso esses dias vendo um filmezinho qualquer, aparecia aquela cena clássica do quarto de hospital, com o monitorzinho fazendo “pi, pi”enquanto o marcador sobre e desce freneticamente, até que de repente ele faz “piiiiiiiiiiii”e fica aquela linha reta, constante. Mas antes de ficar constante fazendo “piiiiiiii” a linha se mexia, mas sempre passava no mesmo ponto, o ponto aonde ela se torna constante.

 E aí me veio a idéia de que algumas coisas são constantes na nossa vida. Todo mundo tem aquele amigo que tá sempre reclamando da vida, ou aquele outro que não gosta de nada (Oi, tudo bem? Meu nome é Marcelo.). Sabe, aquele cara que chega na festa com um Kit Kat de batata-doce e leva no churrasco da turma um refri chinelão de abacaxi (o nome desse também é Marcelo). Algumas coisas são constantes na nossa vida, mais ou menos como o Pi, elas podem ficar adormecidas por um tempo, eu nunca mais vi nada de geometria para me lembrar dele mesmo. Mas ele continua igual, o valor permanece, e os termos também. De vez em quando a só precisa de um Rush (Halls genérico da Neugebauer) de Bergamota (tava escrito tangerina, mas berga é bem mais tri) para gente se lembrar de como é divertido experimentar coisas exóticas e diferentes.

 Há situações em que descobrimos outras constantes na nossa vida. Algumas coisas sempre nos lembram de outras pessoas, lugares ou situações. Uma garrafa de Vodka sempre me lembra de Floripa, ou melhor, me lembra do que eu não me lembro de Floripa. E assim por diante.

 Como eu acho esse conceito fascinante, a constância, talvez por isso tenha vindo o Pi na minha cabeça, uma constante matemática, bela, austera, imutável. Como eu citei lá em cima, uma escultura.

 Como as variáveis permanecem verdadeiras, o perfume continua de suco de laranja e os olhos continuam de cachoeira. O resultado também permanece o mesmo, eu, pateta. Mas dizem que a maior constante da natureza é seu permanente estado de constante mudança, então, talvez, eu não seja mais tão pateta.

 Talvez.

 “Quando a ternura

parece já do seu ofício fatigada,

 e o sono, a mais incerta barca,

inda demora,

 quando azuis irrompem

os teus olhos

 e procuram

nos meus navegação segura,

 é que eu te falo das palavras

desamparadas e desertas,

 pelo silêncio fascinadas.”

Eugênio de Andrade, O Silêncio

M Soares

soaresontheroad@yahoo.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s